Image

Perspectivas Econômicas Globais

Investimento fraco em tempos incertos

Visão Geral

Perspectiva global

Previsões de janeiro de 2017*

                      

O crescimento global para 2017 é projetado em 2,7%, 0,4 pontos percentuais acima da estimativa para 2016. Para o futuro, o crescimento global deverá crescer modestamente, atingindo 2,9% até 2018. Os dados nesta tabela são reproduzidos a partir do relatório Perspectivas Econômicas Globais de janeiro de 2017 (PDF, 5.5 MB).

  2014 2015 2016e 2017p 2018p 2019p
PIB real            
Mundo 2.7 2.7 2.3 2.7 2.9 2.9
   Economias avançadas 1.9 2.1 1.6 1.8 1.8 1.7
       Estados Unidos da América 2.4 2.6 1.6 2.2 2.1 1.9
        Zona do Euro 1.2 2.0 1.6 1.5 1.4 1.4
        Japão 0.3 1.2 1.0 0.9 0.8 0.4
  Economias Emergentes e em Desenvolvimento (EMDEs) 4.3 3.5 3.4 4.2 4.6 4.7
           EMDEs exportadores de commodities 2.1 0.4 0.3 2.3 3.0 3.1
           Outros EMDEs 6.0 6.0 5.6 5.6 5.7 5.8
              Outros EMDEs excluindo a China 4.5 5.0 4.3 4.6 5.0 5.1
      Leste Asiático e Pacífico 6.7 6.5 6.3 6.2 6.1 6.1
           China, República Popular da 7.3 6.9 6.7 6.5 6.3 6.3
           Indonésia 5.0 4.8 5.1 5.3 5.5 5.5
           Tailândia 0.8 2.8 3.1 3.2 3.3 3.4
      Europa e Ásia Central 2.3 0.5 1.2 2.4 2.8 2.9
          Rússia, Federação da 0.7 -3.7 -0.6 1.5 1.7 1.8
           Turquia 5.2 6.1 2.5 3.0 3.5 3.7
           Polônia 3.3 3.9 2.5 3.1 3.3 3.4
      América Latina e Caribe 0.9 -0.6 -1.4 1.2 2.3 2.6
          Brasil 0.5 -3.8 -3.4 0.5 1.8 2.2
           México 2.3 2.6 2.0 1.8 2.5 2.8
          Argentina -2.6 2.5 -2.3 2.7 3.2 3.2
      Oriente Médio e Norte da África 3.3 3.2 2.7 3.1 3.3 3.4
          Arábia Saudita 3.6 3.5 1.0 1.6 2.5 2.6
           Irã, República Islâmica do 4.3 1.7 4.6 5.2 4.8 4.5
           Egito** 2.9 4.4 4.3 4.0 4.7 5.4
      Sul da Ásia 6.7 6.8 6.8 7.1 7.3 7.4
           Índia 7.2 7.6 7.0 7.6 7.8 7.8
           Paquistão** 4.0 4.0 4.7 5.2 5.5 5.8
           Bangladesh** 6.1 6.6 7.1 6.8 6.5 6.7
      África Subsaariana 4.7 3.1 1.5 2.9 3.6 3.7
           África do Sul 1.6 1.3 0.4 1.1 1.8 1.8
           Nigéria 6.3 2.7 -1.7 1.0 2.5 2.5
           Angola 5.4 3.0 0.4 1.2 0.9 0.9
Outros itens:            
   PIB real            
      Países de alta renda 1.9 2.2 1.6 1.8 1.8 1.7
      Países em desenvolvimento 4.4 3.6 3.5 4.4 4.8 4.9
         Países de baixa renda 6.2 4.8 4.7 5.6 6.0 6.1
      BRICS 5.1 3.8 4.3 5.1 5.4 5.5
      Mundo (PPC - 2010) 3.5 3.3 3.0 3.5 3.7 3.7
   Volume do comércio mundial 3.7 2.8 2.5 3.6 4.0 3.9
   Preços de commodities            
      Preços do petróleo -7.5 -47.3 -15.1 28.2 8.4 4.6
      Índice de preços das matérias-primas não energéticas -4.6 -15.0 -2.6 1.4 2.2 2.1

Fonte: Banco Mundial. 

* E = estimativa; P = previsão. As previsões do Banco Mundial são freqüentemente atualizadas com base em novas informações e mudanças nas circunstâncias (globais). Consequentemente, as projeções aqui apresentadas podem ser diferentes das contidas em outros documentos do Banco Mundial, mesmo que as avaliações básicas das perspectivas dos países não sejam significativamente diferentes em nenhum momento. Consulte o site em inglês para obter detalhes adicionais (http://www.worldbank.org/gep).

** Baseado no ano fiscal.

Previsões regionais

  

  • Leste Asiático e Pacífico

    Segundo previsto, o crescimento na região do Leste Asiático e Pacífico deverá diminuir para 6,2% em 2017 à medida que o crescimento na China for moderado pela aceleração no restante da região. Prevê-se que a produção na China diminua para 6,5% no ano. As políticas macroeconômicas deverão apoiar os impulsores domésticos do crescimento apesar de uma demanda externa moderada, investimento privado fraco e sobrecapacidade em alguns setores. Com exclusão da China, o crescimento na região deverá avançar a um ritmo 5% mais rápido em 2017. Em grande parte isso reflete uma recuperação do aumento no setor de exportação de produtos básicos com relação à média de longo prazo. Se excluirmos a China, o aumento no setor de importação deverá permanecer amplamente estável, com exceção da Tailândia, onde o crescimento deverá sofrer aceleração graças a uma maior confiança e políticas adaptáveis. Segundo previsto, a Indonésia deverá sofrer aceleração de 5,3% em 2017 graças a um aumento do investimento privado. A Malásia deverá atingir 4,3% em 2017, à medida que diminuir o reajuste dos preços dos produtos básicos e os preços desses produtos se estabilizarem.
      2014 2015 2016e 2017p 2018p 2019p
    Leste Asiático e Pacífico 6.7 6.5 6.3 6.2 6.2 6.1
    Camboja 7.1 7.0 7.0 6.9 6.9 6.8
    China, República Popular da 7.3 6.9 6.7 6.5 6.3 6.3
    Fiji 5.3 4.1 2.4 3.9 3.7 3.5
    Filipinas 6.2 5.9 6.8 6.9 7.0 6.7
    Ilhas Salomão 2.0 3.3 3.0 3.3 3.0 3.0
    Indonésia 5.0 4.8 5.1 5.3 5.5 5.5
    Laos, República Democrática Popular do 7.5 7.4 7.0 7.0 6.8 7.2
    Malásia 6.0 5.0 4.2 4.3 4.5 4.5
    Mongólia 8.0 2.3 0.1 2.0 3.5 3.7
    Mianmar 8.0 7.3 6.5 6.9 7.2 7.3
    Papua-Nova Guiné 7.4 6.8 2.4 3.0 3.2 3.0
    Tailândia 0.8 2.8 3.1 3.2 3.3 3.4
    Timor Leste 5.9 4.3 5.0 5.5 6.0 5.5
    Vietnã 6.0 6.7 6.0 6.3 6.3 6.2

    Fonte: Banco Mundial. 

    * E = estimativa; P = previsão. As previsões do Banco Mundial são freqüentemente atualizadas com base em novas informações e mudanças nas circunstâncias (globais). Consequentemente, as projeções aqui apresentadas podem ser diferentes das contidas em outros documentos do Banco Mundial, mesmo que as avaliações básicas das perspectivas dos países não sejam significativamente diferentes em nenhum momento. Consulte o site em inglês para obter detalhes adicionais (http://www.worldbank.org/gep).

  • Europa e Ásia Central

    Segundo as projeções, o crescimento na região deverá atingir 2,4% em 2017, impulsionado por uma recuperação nas economias de exportação de produtos básicos e recuperação na Turquia. A previsão depende da recuperação dos preços dos produtos básicos e da redução da incerteza política. A Rússia deverá crescer a um ritmo de 1,5% no ano, à medida que for concluído o reajuste ao preço mais baixo do petróleo. O Azerbaijão deverá expandir-se a 1,2% e o Cazaquistão, a 2,2% à medida que se estabilizarem os preços dos produtos básicos e diminuírem os desequilíbrios econômicos. Segundo as projeções, a Ucrânia deverá ter uma taxa de aceleramento de 2%.
      2014 2015 2016e 2017p 2018p 2019p
    Europa e Ásia Central 2.3 0.5 1.2 2.4 2.8 2.9
    Albânia 1.8 2.8 3.2 3.5 3.5 3.7
    Armênia 3.6 3.0 2.4 2.7 3.0 3.2
    Azerbaijão 2.0 1.1 -3.0 1.2 2.3 2.3
    Bielorrússia 1.7 -3.9 -2.5 -0.5 1.3 1.4
    Bósnia e Herzegovina 1.1 3.0 2.8 3.2 3.7 3.9
    Bulgária 1.3 3.6 3.5 3.2 3.1 3.1
    Cazaquistão 4.2 1.2 0.9 2.2 3.7 4.0
    Chipre     4.6 2.8 3.4 5.2 5.3 5.0
    Croácia -0.4 1.6 2.7 2.5 2.5 2.6
    Geórgia 4.0 3.1 2.1 2.6 2.8 2.7
    Kosovo 1.2 4.1 3.6 3.9 3.7 3.6
    Macedônia, Antiga República Iugoslava da 3.6 3.8 2.0 3.3 3.7 4.0
    Moldova, República 4.8 -0.5 2.2 2.8 3.3 3.7
    Montenegro 1.8 3.4 3.2 3.6 3.0 3.0
    Polônia 3.3 3.9 2.5 3.1 3.3 3.4
    Quirguistão 4.0 3.5 2.2 3.0 3.7 4.9
    Romênia 3.1 3.7 4.7 3.7 3.4 3.2
    Rússia, Federação da 0.7 -3.7 -0.6 1.5 1.7 1.8
    Sérvia -1.8 0.8 2.5 2.8 3.5 3.5
    Tadjiquistão 6.7 6.0 6.0 4.5 5.2 4.5
    Turcomenistão 10.3 6.5 6.2 6.5 6.8 7.0
    Turquia 5.2 6.1 2.5 3.0 3.5 3.7
    Ucrânia -6.6 -9.9 1.0 2.0 3.0 3.0
    Uzbequistão 8.1 8.0 7.3 7.4 7.4 7.4

    Fonte: Banco Mundial. 

    * E = estimativa; P = previsão. As previsões do Banco Mundial são freqüentemente atualizadas com base em novas informações e mudanças nas circunstâncias (globais). Consequentemente, as projeções aqui apresentadas podem ser diferentes das contidas em outros documentos do Banco Mundial, mesmo que as avaliações básicas das perspectivas dos países não sejam significativamente diferentes em nenhum momento. Consulte o site em inglês para obter detalhes adicionais (http://www.worldbank.org/gep).

  • América Latina e Caribe

    Projeta-se que a região retorne a um crescimento positivo em 2017 e a uma expansão de 1,2%. Segundo as projeções, o Brasil deverá expandir-se a um ritmo de 0,5% na liberação das restrições domésticas. Prevê-se que um enfraquecimento do investimento no México, refletindo incerteza de políticas nos Estados Unidos, resulte neste ano em uma modesta desaceleração do crescimento na faixa de 1,8%. A redução da consolidação fiscal e o fortalecimento dos investimentos deverão apoiar o crescimento na Argentina que em 2017 deverá caminhar a um ritmo de 2,7%, ao passo que, segundo as previsões, a República Bolivariana da Venezuela continuará a sofrer graves desequilíbrios econômicos e neste ano deverá passar por uma contração de 4,3%. No Caribe o crescimento deverá ser amplamente estável em 3,1%.
      2014 2015 2016e 2017p 2018p 2019p
    América Latina e Caribe 0.9 -0.6 -1.4 1.2 2.3 2.6
    Argentina -2.6 2.5 -2.3 2.7 3.2 3.2
    Belize 4.1 2.9 -1.0 1.5 2.0 2.5
    Bolívia 5.5 4.8 3.7 3.5 3.4 3.4
    Brasil 0.5 -3.8 -3.4 0.5 1.8 2.2
    Chile 1.9 2.3 1.6 2.0 2.3 2.5
    Colômbia 4.4 3.1 1.7 2.5 3.0 3.3
    Costa Rica 3.0 3.7 4.3 3.9 3.7 3.7
    Dominica 3.7 -2.5 1.3 2.8 2.7 2.7
    Equador 4.0 0.2 -2.3 -2.9 -0.6 1.0
    El Salvador 1.4 2.5 2.2 1.9 2.0 2.0
    Guatemala 4.2 4.1 2.9 3.2 3.4 3.4
    Guiana, RC 3.8 3.2 2.6 3.8 3.9 4.1
    Haiti 2.8 1.2 1.2 -0.6 1.5 2.0
    Honduras 3.1 3.6 3.7 3.5 3.4 3.2
    Jamaica 0.7 1.0 1.6 2.0 2.3 2.5
    México 2.3 2.6 2.0 1.8 2.5 2.8
    Nicarágua 4.6 4.9 4.5 4.0 3.9 3.8
    Panamá 6.1 5.8 5.4 5.4 5.5 5.5
    Paraguai 4.7 3.1 3.8 3.6 3.3 3.3
    Peru 2.4 3.3 4.0 4.2 3.8 3.6
    República Dominicana 7.6 7.0 6.8 4.5 4.2 4.0
    Santa Lúcia -0.7 1.3 1.0 1.8 2.2 2.5
    São Vicente e Granadinas 0.2 0.6 2.0 2.2 2.4 2.4
    Suriname 0.4 -2.7 -7.0 0.5 1.1 1.3
    Trindade e Tobago 0.8 -1.8 -2.8 2.3 3.6 3.2
    Uruguai 3.2 1.0 0.7 1.6 2.5 3.7
    Venezuela, RB -3.9 -5.7 -11.6 -4.3 0.5 1.0

    Fonte: Banco Mundial. 

    * E = estimativa; P = previsão. As previsões do Banco Mundial são freqüentemente atualizadas com base em novas informações e mudanças nas circunstâncias (globais). Consequentemente, as projeções aqui apresentadas podem ser diferentes das contidas em outros documentos do Banco Mundial, mesmo que as avaliações básicas das perspectivas dos países não sejam significativamente diferentes em nenhum momento. Consulte o site em inglês para obter detalhes adicionais (http://www.worldbank.org/gep).

  • Oriente Médio e Norte da África

    Projeta-se o crescimento da região mediante uma recuperação modesta de 3,1% neste ano. Os importadores de petróleo deverão registrar os ganhos mais acentuados. Entre os exportadores de petróleo a Arábia Saudita deverá acelerar modestamente a um ritmo de 1,6% em 2017, ao passo que os ganhos contínuos na produção de petróleo e a expansão do investimento estrangeiro deverão impulsionar o crescimento na República Islâmica do Irã a 5,2%. Esta previsão baseia-se no aumento previsto do preço do petróleo a uma média de US$ 55,00 por barril neste ano.
      2014 2015 2016e 2017p 2018p 2019p
    Oriente Médio e Norte da África 3.3 3.2 2.7 3.1 3.3 3.4
    Argélia 3.8 3.9 3.6 2.9 2.6 2.8
    Barém 4.4 2.9 2.0 1.8 2.1 2.4
    Djibouti 6.0 6.5 6.5 7.0 7.0 7.0
    Egito   3.7 4.4 4.2 4.4 5.1 5.4
       Egito, baseado no ano fiscal 2.9 4.4 4.3 4.0 4.7 5.4
    Arábia Saudita 3.6 3.5 1.0 1.6 2.5 2.6
    Catar 4.0 3.6 1.8 3.6 2.1 1.3
    Cisjordânia e Faixa de Gaza -0.2 3.5 3.3 3.5 3.5 3.6
    Emirados Árabes Unidos 3.1 3.8 2.3 2.5 3.0 3.3
    Irã, República Islâmica do 4.3 1.7 4.6 5.2 4.8 4.5
    Iraque 0.1 2.9 10.2 1.1 0.7 1.1
    Jordânia 3.1 2.4 2.3 2.6 3.1 3.4
    Kuwait 0.5 1.8 2.0 2.4 2.6 2.8
    Líbano 1.8 1.3 1.8 2.2 2.3 2.5
    Marrocos 2.6 4.5 1.5 4.0 3.5 3.6
    Omã 2.5 5.7 2.5 2.9 3.4 3.6
    Tunísia 2.3 0.8 2.0 3.0 3.7 4.0

    Fonte: Banco Mundial. 

    * E = estimativa; P = previsão. As previsões do Banco Mundial são freqüentemente atualizadas com base em novas informações e mudanças nas circunstâncias (globais). Consequentemente, as projeções aqui apresentadas podem ser diferentes das contidas em outros documentos do Banco Mundial, mesmo que as avaliações básicas das perspectivas dos países não sejam significativamente diferentes em nenhum momento. Consulte o site em inglês para obter detalhes adicionais (http://www.worldbank.org/gep).

  • Sul da Ásia

    O crescimento nesta região deverá acelerar-se modestamente a 7,1% em 2017 com o apoio contínuo do crescimento sólido da Índia. Excluindo-se a Índia, o crescimento deverá atingir 5,5% em 2017, impulsionado por um consumo robusto tanto público como privado, investimentos em infraestrutura e recuperação do investimento privado. A Índia deverá atingir uma taxa de crescimento de 7,5% no exercício financeiro de 2018, à medida que as reformas diminuírem os obstáculos do suprimento doméstico e aumentar a produtividade. Segundo as previsões, no exercício financeiro de 2018 o Paquistão deverá acelerar a uma taxa de 5,5% na base de custo dos fatores, refletindo melhorias na agricultura e na despesa com a infraestrutura.
      2014 2015 2016e 2017p 2018p 2019p
    Sul da Ásia 6.7 6.8 6.8 7.1 7.3 7.4
    Baseado no ano do calendário            
    Afeganistão 1.3 0.8 1.2 1.8 3.0 3.6
    Butão 5.5 6.5 7.3 9.8 11.6 11.6
    Maldivas, República das 6.5 1.9 3.5 3.9 4.6 4.6
    Sri Lanka 4.9 4.8 4.8 5.0 5.1 5.1
    Baseado no ano fiscal 14/15 15/16 16/17e 17/18f 18/19f 19/20f
    Bangladesh 6.6 7.1 6.8 6.5 6.7 7.0
    Índia 7.2 7.6 7.0 7.6 7.8 7.8
    Nepal 2.7 0.6 5.0 4.8 4.7 4.7
    Paquistão (factor cost) 4.0 4.7 5.2 5.5 5.8 5.8

    Fonte: Banco Mundial. 

    * E = estimativa; P = previsão. As previsões do Banco Mundial são freqüentemente atualizadas com base em novas informações e mudanças nas circunstâncias (globais). Consequentemente, as projeções aqui apresentadas podem ser diferentes das contidas em outros documentos do Banco Mundial, mesmo que as avaliações básicas das perspectivas dos países não sejam significativamente diferentes em nenhum momento. Consulte o site em inglês para obter detalhes adicionais (http://www.worldbank.org/gep).

  • África Subsaariana

    O crescimento da África Subsaariana deverá ter um aceleramento modesto de 2,9% em 2017 à medida que a região continuar a ajustar-se a preços mais baixos dos produtos básicos. Prevê-se um crescimento mais fraco na África do Sul, ao passo que o crescimento deverá continuar robusto em economias sem uso intensivo de recursos naturais. O crescimento na África do Sul deverá atingir 1,1% neste ano. Segundo as previsões, a Nigéria deverá recuperar-se da recessão e crescer a uma taxa de 1,1% neste ano e Angola deverá expandir-se a um ritmo de 1,2%.
      2014 2015 2016e 2017p 2018p 2019p
    África Subsaariana 4.7 3.1 1.5 2.9 3.6 3.7
    África do Sul 1.6 1.3 0.4 1.1 1.8 1.8
    Angola 5.4 3.0 0.4 1.2 0.9 0.9
    Benin 6.5 5.0 4.6 5.2 5.3 5.3
    Botsuana 3.2 -0.3 3.1 4.0 4.3 4.3
    Burkina Faso 4.0 4.0 5.2 5.5 6.0 6.0
    Burundi 4.7 -3.9 -0.5 2.5 3.5 3.5
    Cabo Verde 1.8 1.5 3.0 3.3 3.5 3.5
    Camarões 5.9 5.8 5.6 5.7 6.1 6.1
    Chade 6.9 1.8 -3.5 -0.3 4.7 6.3
    Comores 2.1 1.0 2.0 2.5 3.0 3.0
    Congo, República Democrática do 9.5 6.9 2.7 4.7 5.0 5.0
    Congo, República do 6.8 2.6 4.6 4.3 3.7 3.7
    Costa do Marfim 8.5 8.4 7.8 8.0 8.1 8.1
    Guiné Equatorial -0.7 -8.3 -5.7 -5.7 -6.6 -6.6
    Etiópia 10.3 9.6 8.4 8.9 8.6 8.6
    Gabão 4.3 3.9 3.2 3.8 4.6 4.6
    Gâmbia 0.9 4.7 0.5 0.8 2.6 2.6
    Gana 4.0 3.9 3.6 7.5 8.4 8.4
    Guiné 1.1 0.1 5.2 4.6 4.6 4.6
    Guiné-Bissau 2.5 4.9 4.9 5.1 5.1 5.1
    Ilhas Maurício 3.6 3.4 3.2 3.5 3.8 3.8
    Lesoto 3.6 1.7 2.4 3.7 4.0 4.0
    Libéria 0.7 0.0 2.5 5.8 5.3 5.3
    Madagascar 3.3 3.1 4.1 4.5 4.8 4.8
    Maláui 5.7 2.8 2.5 4.2 4.5 4.5
    Mali, República do 7.0 6.0 5.6 5.1 5.0 5.0
    Mauritânia 6.4 3.0 4.0 4.2 3.8 3.8
    Moçambique 7.4 6.6 3.6 5.2 6.6 6.6
    Namíbia 6.4 5.3 1.6 5.0 5.4 5.4
    Níger 6.9 3.5 5.0 5.3 6.0 6.0
    Nigéria 6.3 2.7 -1.7 1.0 2.5 2.5
    Quênia 5.3 5.6 5.9 6.0 6.1 6.1
    Ruanda 7.0 6.9 6.0 6.0 7.0 7.0
    Senegal 4.3 6.5 6.6 6.8 7.0 7.0
    Seichelles, República das 3.2 4.3 3.8 3.5 3.5 3.5
    Serra Leoa 4.6 -21.1 3.9 6.9 5.9 5.9
    Sudão 3.1 4.2 3.5 3.7 3.7 3.7
    Suazilândia 2.7 1.7 -0.9 1.9 3.1 3.1
    Tanzânia 7.0 7.0 6.9 7.1 7.1 7.1
    Togo 5.9 5.5 5.4 5.0 5.5 5.5
    Uganda 4.8 5.0 4.6 5.6 6.0 6.0
    Zâmbia 5.0 2.8 2.9 4.0 4.2 4.2
    Zimbábue 3.8 1.1 0.4 3.8 3.4 3.4

    Fonte: Banco Mundial. 

    * E = estimativa; P = previsão. As previsões do Banco Mundial são freqüentemente atualizadas com base em novas informações e mudanças nas circunstâncias (globais). Consequentemente, as projeções aqui apresentadas podem ser diferentes das contidas em outros documentos do Banco Mundial, mesmo que as avaliações básicas das perspectivas dos países não sejam significativamente diferentes em nenhum momento. Consulte o site em inglês para obter detalhes adicionais (http://www.worldbank.org/gep).

Back to Top